Subscribe Now

Trending News

28 Out 2020

Diários do festival de San Sebastián 5
Conversas de Crítico

Diários do festival de San Sebastián 5 

Dia 5

 

Escolher pinchos no Sport é talvez mais complicado do que escolher os filmes da secção Pérola, mas quem acertar no Foi a la Plancha já ganhou o festival . E é nessa secção que descubro Nueva Orden, de Michel Franco , um dos cineastas mexicanos com o cu virado para a lua. Uma fantasia política sobre uma revolução anárquica na Cidade do México. Trata-se de um pesadelo burguês filmado com requintes de malvadez . Foi dos melhores filmes desta edição .

Mas o festival também tem desilusões , uma das maiores é In The Dusk, do lituano Sharunas Bartas. O cineasta inventado por Paulo Brancö filma um conto de traição entre os partisans, o grupo da resistência lituana em 1948 durante a invasão soviética . Cinema com cheiro a naftalina , mesmo quando surgem meia dúzia de planos da ordem do divino . Saímos da sala e só aparece pensar em A Casa, quanto Bartas não era ainda tão chato …

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *