Subscribe Now

Trending News

29 Set 2020

Bilheteiras: sinais de retoma?
Newsflash

Bilheteiras: sinais de retoma? 

Na pior crise de sempre dos cinemas em Portugal este fim-de-semana podemos encontrar nos números dados pelo ICA alguns sinais positivos, apesar de muitas reticências. As boas notícias são em relação a Bem-vindos a África, com Christian Clavier, “blockbuster” francês de qualidade duvidosa. Esta comédia francesa fez mais de 7600 espetadores, coisa que há uma semana era impensável. Os números estão longe de serem extraordinários mas atendendo à debandada das salas podem ser uma luz ao fim do túnel, mesmo se pensarmos que a NOS Audiovisuais investiu algum do orçamento de promoção numa insistente campanha televisiva.

E enquanto há cinemas a resistir com salas vazias saúdam-se também os números de Zé Pedro Rock N’ Roll, tributo ao guitarrista dos Xutos de Diogo Varela Silva. Já mais de 2330 espetadores pagaram para ver este documentário, muito mais do que os resultados de outros filmes portugueses lançados nesta altura, em especial A Impossibilidade de Estar Só, de Sérgio Graciano, que na estreia fez apenas 192 espetadores, autêntica desgraça.

Neste deserto de espetadores, O Rececionista, com Ana de Armas, A Doce Vida, de Federico Fellini e O Adeus à Noite, de Téchiné, foram os menos maus.

Claro que não será O Jardim Secreto, com Colin Firth, ou Golpe de Sol, de Vincente Alves do Ó, os filmes da retoma. Se esta se concretizar será graças a Tenet, de Christopher Nolan, previsto para daqui a duas semanas. Caso a aposta da Warner não levar gente ao cinema o ano está em verdadeiro perigo…

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *